Viciados em tecnologia e felizes… só que não.

Vivemos em um mundo capitalista no qual a briga pela atenção começa a exigir um preço muito alto: nosso tempo, ou, com mais propriedade, a nossa vida. Na nova economia, essa “vida” que damos em troca do conforto são os dados pessoais, que até pouco tempo tinham pouca consequência e nenhuma proteção.