3 perguntas para avaliar o risco na conformidade com a LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados veio para disciplinar o uso dos dados pessoais nos negócios, e não para proibi-lo. Portanto, estar em conformidade com a LGPD traz segurança para a organização que faz tratamento de dados pessoais – o que, no mundo atual, representa praticamente a totalidade das empresas em operação. Se a sua organização ainda está no processo de se adequar à Lei, assista a nossa live e descubra como avaliar o risco que está correndo por ainda estar com esse processo em andamento – afinal, a LGPD entrou em vigor em 2018, e as sanções administrativas estão vigentes desde 1 de agosto de 2021.

Fabricio Santana é Advogado e Analista de Informática Legislativa do Senado Federal. Atualmente exerce as funções de Coordenador de Informática Legislativa e Parlamentar, e membro do grupo de trabalho responsável pela adequação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) no Senado. Além disso, foi Diretor-Adjunto de Tecnologia de Informação do Prodasen entre 2015 e 2017. É especialista em Tecnologia da Informação, Direito Digital, Privacidade e Proteção de Dados; Bacharel em Ciência da Computação (UFRJ) e em Direito (Uniceub); e Mestrando em Direito (UnB). Atua como Pesquisador especialista em Privacidade e Proteção de Dados Pessoais no Instituto Modal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

EnglishFrançaisDeutschItalianoPortuguêsEspañol
Rolar para cima
× Como posso ajudar? Available from 09:00 to 18:00 Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday